Para já, o responsável de pesquisa e desenvolvimento da marca alemã diz que não se trata de um novo motor para a F1.

A Porsche anunciou saída do programa LMP1 do mundial de resistência, para se concentrar por inteiro da competição de carros elétricos Fórmula E. Apesar dessa decisão, a marca alemã não parece estar disposta a colocar de lado os motores de combustão (na imagem o motor do 919 Hybrid utilizado no WEC). Ouvido pela Auto Motor und Sport, o responsável de pesquisa e desenvolvimento da marca alemã afirma que os engenheiros que transitaram do projeto de Le Mans estão neste momento concentrados na criação de um motor a gasolina de alta performance. Michael Steiner “não abriu mais o jogo”, limitando-se a esclarecer que não se trata de um motor para ser utilizado na Fórmula 1 – o que coloca por terra, a possibilidade do regresso a esta competição, pelo menos para já.

Aliás, Steiner não foi claro quanto à finalidade deste motor: se se destinará a modelos de estrada ou à competição.

Assine Já

Edição nº 1450
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes